DESLOCAMENTO DE ABOMASO EM VACAS LEITEIRAS - REVISÃO DE LITERATURA


RESUMO

O deslocamento de Abomaso (DA) é uma doença multifatorial, os principais casos são causados por alguma doença metabólica que acomete vacas leiteiras. A nutrição com alta concentração de carboidratos e pouca concentração de fibras de boa qualidade pode levar a produção de gás metano na região do abomaso e resultando em deslocamento, torção ou dilatação. O fator principal do DA é o manejo nutricional do rebanho, um dos fatores para o controle desta patologia pode ser feito evitando animais obesos no estágio final da gestação e uma nutrição balanceada durante o pré-parto e pós-parto. O objetivo deste trabalho foi realizar um estudo sobre esta patologia no rebanho leiteiro.

Palavras-chave: Abomaso, deslocamento, diagnóstico, sinais clínicos, tratamento. 




Manual de Oftalmologia Veterinária


SUMÁRIO

LISTA DE ABREVIATURAS ............................................................................. IV

MÓDULO I - Princípios .................................................................................. - 1 -

Capítulo 1 - Estruturas anatômicas e implicações clínico-cirúrgicas ............. - 1 -

Capítulo 2 - Exame clínico oftalmológico ..................................................... - 13 -

MÓDULO II - Cílios, pálpebras, aparelho lacrimal e conjuntivas ................. - 26 -

Capítulo 3 - Doenças clínicas e cirúrgicas dos cílios ................................... - 26 -

Capítulo 4 - Doenças congênitas, estruturais e inflamatórias das pálpebras- 29 -

Capítulo 5 - Doenças traumáticas e neoplasias das pálpebras ................... - 39 -

Capítulo 6 - Terceira pálpebra e ducto nasolacrimal ................................... - 42 -

Capítulo 7 - Conjuntiva ................................................................................ - 47 -

MÓDULO III - Afecções da córnea .............................................................. - 51 -

Capítulo 8 - Ceratites ulcerativas................................................................. - 51 -

Capítulo 9 - Outras ceratopatias .................................................................. - 61 -

MÓDULO IV - Generalidades ...................................................................... - 65 -

Capítulo 10 - Uveíte ..................................................................................... - 65 -

Capítulo 11 - Glaucoma ............................................................................... - 68 -

Capítulo 12 - Afecções da lente................................................................... - 71 -

Capítulo 12 - Técnicas diversas................................................................... - 78 -

Acesso Online

Sons Cardíacos de Caninos /Canine Heart Sounds


Pacote com mais de 30 arquivos .wma demonstrando diferentes sons Cardíacos e alguns pulmonares da especie canina.



CESÁREA EM PEQUENOS ANIMAIS

INDICAÇÃO:

A cesariana na cadela e na gata é geralmente um procedimento de emergência, pois a distocia prolongada coloca em risco as vidas da mãe e/ou neonato.
            A cirurgia pode ser planejada e realizada antes do início do trabalho de parto, se houver a ocorrência de distocias devido a presença de lesões ou anormalidades preexistentes que comprometam o canal do nascimento.
         A cirurgia é indicada quando a distocia resulta de uma inércia uterina primária, ou inércia uterina secundária decorrente de distocia de mais de 24 horas, distocia obstrutiva (feto muito grande).


ANATOMIA CIRÚRGICA:
 

Pesquisar

Carregando...

Social

+ Lidos